INTRANET  |   WEBMAIL (Zimbra / Google)  |  

Ultra Performance Liquid Chromatography Untargeted Mixed-Mode Tandem Mass Spectrometry

Plano de Gestão

 I. Alocação do Ultra Performance Liquid Chromatography Untargeted Mixed-Mode Tandem Mass Spectrometry (uPLC-HRMS)

O uPLC-HRMS (qTOF) modelo WATERS será alocado no laboratório do Prof. Dr. Roberto Gomes de Souza Berlinck. Esse laboratório conta com 98 m2, para os quais cerca de 1/3 deste espaço dedicado exclusivamente à análises cromatográficas. Uma sala separada e fisicamente isolada, de cerca de 6 m2, é destinada à preparações microbiológicas em condições assépticas. Outras bancadas disponíveis no laboratório são destinadas a preparações de meios de cultura microbiológica e preparação de amostras para análises cromatográficas, separadamente. Todos os equipamentos deste laboratório são de caráter multiusuário, e podem ser usados por membros da comunidade de todas as unidades do campus USP de São Carlos, assim como de outras unidades da USP e de outras Instituições do estado de São Paulo, tais como UNESP e UFSCar.

O EMU uPLC-HRMS (qTOF) é um equipamento composto de um sistema de cromatografia acoplado a um detector de espectrometria de massas de alta resolução, sendo que juntamente com fonte de alimentação, computador/monitor, ocupa um espaço de aproximadamente 1,5 m2. Ele será alocado em bancada isolada, livre de vibrações, com rede elétrica estabilizada por no-break de 10 kVa, dedicado exclusivamente a este equipamento.

Pesquisadores e alunos participantes do referido projeto temático serão usuários do equipamento. A organização da utilização será realizada pela disponibilização de calendário on-line, o qual será visível por todos e quaisquer membros da comunidade de pesquisadores do projeto, e outros não-participantes. Desta maneira, o agendamento estará disponível para visualização, de maneira totalmente transparente.

II. Disponibilidade de Recursos Humanos e Materiais para funcionamento do equipamento

O laboratório de pesquisa coordenado pelo Prof. Dr. Roberto Gomes de Souza Berlinck, onde o EMU uPLC-HRMS (qTOF) será alocado, conta com uma técnica de nível superior PROCONTES, Dra. Karin Bandeira, que será responsável pela utilização do equipamento. Além da Dra. Bandeira, a Dra. Fabiana T. Rodrigues, técnica de nível médio, também deverá seguir o curso de formação e operação do equipamento a ser ministrado por especialistas da empresa WATERS. Ambas Dras. Bandeira e Rodrigues serão responsáveis pela operação do equipamento e pela supervisão das amostras a serem analisadas.

A manutenção dos equipamentos alocados no laboratório coordenado pelo Prof. Dr. Roberto Gomes de Souza Berlinck é realizada com recursos de reserva técnica dos projetos de pesquisa financiados pela FAPESP, CAPES e CNPq.

III. Regras para o uso do EMU

Usuários que tenham interesse em utilizar o EMU uPLC-HRMS (qTOF), sejam do IQSC ou de qualquer outra instituição, deverão submeter solicitação de análise por formulário específico, a ser preenchido on-line. Este formulário deverá ser recebido pelas Dras. Bandeira e Rodrigues, que verificarão o teor da solicitação (natureza das amostras, número de amostras, solubilidade, estabilidade química, etc) bem como a data solicitada para análise das mesmas. Uma vez as amostras apresentarem características compatíveis com aquelas exigidas pelo fabricante, o agendamento das análises será aprovado e a agenda estará preenchida on-line.

Para o EMU uPLC-HRMS (qTOF) será constituída uma Comissão Gestora a qual será composta conforme descrito a seguir: (i) coordenador do projeto de EMU Professor Roberto G. S. Berlinck); (ii) técnica de nível superior responsável pela operação do equipamento Ultra Performance Liquid Chromatography – Untargeted Mixed-Mode (low- and high-energy) Tandem Mass Spectrometry e preparação de amostras (Dra. Karin F. B. Camargo); (iii) um membro de cada uma das principais instituições envolvidas no projeto temático, totalizando um número máximo de dois membros externos ao IQSC. A Comissão Gestora terá como responsabilidade zelar pelo bom funcionamento do Equipamento Multiusuário (EMU). Cabe à Comissão Gestora, dentre outras responsabilidades:

  1. Garantir que não seja estabelecido nenhum tipo de preferência no tempo e na ordem da realização das medidas de maneira a deixar claro o caráter multiusuário do equipamento e a sua disponibilidade para a utilização da comunidade científica, desde que as análises necessárias para o desenvolvimento do projeto temático ao qual o EMU está vinculado não sejam prejudicadas;
  2. Estabelecer as normas de utilização, forma de encaminhamento de solicitação de análise, e os custos de cada tipo de análise possibilitada pelo equipamento multiusuário adquirido, bem como os custos precedentes com a eventual preparação das amostras;
  3. Manter atualizado e garantir a divulgação dos procedimentos a serem adotados pelos usuários para a solicitação e realização das análises com ampla divulgação através de uma WEBPAGE (http://emu.iqsc.usp.br/uplc/) a ser disponibilizada no servidor da Instituição Sede;
  4. Gerenciar a manutenção do equipamento e a reposição de insumos sempre que esses se fizerem necessários em conjunto com o Técnico Responsável;
  5. Garantir a realização de mini-cursos e treinamentos periódicos para a formação de usuários/operadores para que os mesmos possam, uma vez que devidamente treinados, realizar a preparação e a análise de suas próprias amostras.
  6. Gerenciar qualquer questão que envolva o equipamento multiusuário e o laboratório de preparação de amostras.

Também será constituída uma Comissão de Usuários, com a função de dar um retorno aos responsáveis sobre o funcionamento do equipamento. A Comissão de Usuários será formada por três representantes dos usuários, indicados pela Comissão Gestora, e não incluirá o responsável pelo equipamento.

Nesta página Web, bem como na das demais instituições que participam do projeto temático, será mantido um link em local de fácil visualização que redirecionará os usuários para a página principal do laboratório esperando assim aumentar a divulgação da existência do equipamento e dos serviços oferecidos. Esse link também deverá estar disponível na página FAPESP.

A cobrança de eventuais taxas de serviços será feita através de uma das fundações associada à USP-São Carlos, sendo que taxas diferenciadas para as solicitações provenientes de fora da área acadêmica e externos ao IQSC/USP podem ser aplicadas. As despesas de manutenção serão cobertas com as taxas de serviço, mas poderão também ser rateadas de forma proporcional ao uso entre os projetos associados e complementares, conforme decisão do comitê gestor.

Os trabalhos a serem publicados, bem como, teses, dissertações e monografias os quais fizerem uso do EMU uPLC-HRMS (qTOF) deverão obrigatoriamente mencionar o Projeto Temático FAPESP número 2013/50228-8.

Agendamento

Para realizar agendamento, acesse o "Sistema de Agendamento SharEMU"